N o v i d a d e s
MSP » DICAS » PINTURAS EM MADEIRAS

PINTURAS EM MADEIRAS




A madeira pode ser pintada por diversos motivos. É possível modificar o seu aspecto, pintando-a com outras cores. A pintura protege a madeira da ação do meio ambiente e de ataque de insetos, fungos e outras pragas, prolongando sua vida útil e mantendo-a conservada e bonita por mais tempo.
Como a madeira é um elemento natural, muito de suas características influenciam na pintura e por isso é tão importante saber como pintar da forma correta. Essas características – porosidade, constituição fibrosa e composição de elementos químicos – variam de espécie para espécie.

1 PREPARE-SE PARA PINTAR:
Você deve usar luvas e óculos para sua segurança. Certifique-se que todos os materiais necessários estão disponíveis – tais como pincéis, rolos de espuma, ferramentas para retirar pregos da madeira ( se necessário ), lixas e tintas que for utilizar.
O ambiente deve estar coberto com jornal, para proteção contra respingos de tintas ou eventuais acidentes. Deve, ainda, estar bem arejado: mantenha as portas e janelas abertas.

2 VERIFIQUE O ESTADO EM QUE A MADEIRA SE ENCONTRA:
Madeiras em diferentes condições e estados requerem diferentes procedimentos. Veja se já foi pintada – e em quais condições se encontra a pintura –, ou se é madeira nova.

3 COMEÇE PELA LIMPEZA DA SUPERFÍCIE A SER PINTADA:
Utilize lixas para madeira para lixar toda a superfície a ser pintada. O tipo de lixa varia de acordo com as condições e estado da madeira. Se a madeira já foi pintada e está em mau estado, antes de lixar você deve retirar as partes soltas com um removedor. Mesmo que a pintura da madeira esteja em bom estado, ela deve ser lixada até retirar todo o brilho. Isso é importante porque se a superfície não é preparada adequadamente, podem ocorrer bolhas ou arrepiamento das fibras durante a pintura.
Após ter lixado a madeira, remova toda a poeira que permaneceu sobre a superfície, deixando-a bem limpa. Passe pela superfície um pano embebido em aguarrás para remover gorduras e graxas que eventualmente possam existir e deixe secar. Se necessário, lixe novamente.

4 APLICAÇÃO DE FUNDOS – PREPARANDO A SUPERFÍCIE PARA RECEBER A TINTA:
A aplicação de fundos é importante porque tornam a superfície uniforme e preparam-na para receber a tinta, tornando-a menos permeável. Assim, além da pintura ter um aspecto mais bem acabado, você ainda economiza na tinta de acabamento. Aplique um produto especial para nivelar a superfície – nivelador de fundos. Madeiras que apresentam falhas como trincas e furos grandes precisam receber tratamento especial. Utilize produtos especiais para esse fim, tais como massas a óleo, para preencher as falhas que a pintura não esconderá e que o fundo nivelador não cobriu. Lixe a superfície novamente, e remova a poeira com uma escova.

5 APLICAÇÃO ACABAMENTO – TINTAS:
Existem diversos tipos de tintas especialmente desenvolvidos para pintura em madeira: tintas a óleo, esmaltes sintéticos, etc… Seja qual for o escolhido, é importante ler sempre as recomendações do fabricante. Antes de aplicar o produto sobre a superfície, é preciso homogeinizá-lo com uma espátula de plástico ou madeira.
A pintura só deve iniciar quando a madeira estiver bem seca. Geralmente, duas demãos são o suficiente. Entre uma demão e outra, lixe novamente a superfície. É importante seguir as instruções do fabricante quanto ao intervalo entre uma demão e outra. Dependendo da tinta, o intervalo necessário pode variar de 8 a 12 horas aproximadamente. Quando você terminar a pintura, aguarde para que ela seque bem, antes de tocar ou manusear a madeira. A secagem total, que também depende do tipo de tinta utilizado, geralmente demora aproximadamente 24 horas.

Verifique Também

DEFEITOS NA SECAGEM DE MADEIRAS

As tensões que se desenvolvem na madeira são a causa básica dos defeitos de secagem, ...

Deixe uma resposta