N o v i d a d e s
Home » DICAS » PAINÉIS DE OSB

PAINÉIS DE OSB

O OSB é um painel estrutural, considerado como uma Segunda geração dos painéis WAFERBOARD, produzido a partir de partículas (strands) de madeira , sendo que a camada interna pode estar disposta aleatoriamente ou perpendicular as camadas externas. A diferenciação em relação aos aglomerados tradicionais se refere a impossibilidade de utilização de resíduos de serraria na sua fabricação. Além disso, possuem um baixo custo, e as suas propriedades, e as suas propriedades mecânicas assemelham-se às da madeira sólida, podendo substituir plenamente os compensados estruturais. Consiste num segmento de destacado crescimento no rol de produtos transformados de madeira.
Os painéis OSB são produtos utilizados para aplicações estruturais, como paredes, forros, pisos, componentes de vigas estruturais, embalagens, etc., tendo em vista suas características de resistência mecânica e boa estabilidade dimensional, competindo diretamente com o mercado de compensados.

USO DO OSB:
O OSB pode ser usado para quase todos os usos de chapas de partículas e compensados. Deve-se levar em consideração o fato de que, chapas OSB, se expandem quando são expostos diretamente à chuva forte, ou alta umidade relativa por longos períodos. Por conseguinte, o uso se limitaria a construções protegidas e interiores.
Contudo, é um produto construído a base de madeira que pode ser destinado a qualquer uso final pelos produtores, e estes estarão providos de uma demanda de produto sustentável. No estágio inicial de desenvolvimento de mercado, a Structural Board Association recomenda que importadores formem grupos de usuários potenciais, a fim de trabalharem com um ou dois produtores, obtendo a vantagem em relação a volume e baixo custo. Ressalva-se que o OSB pode ser desenvolvido para reunir um grande número de especificações. Atualmente, os usos do OSB são:
• Forro para telhados;
• Base para paredes e pisos em construções residenciais;
• Empacotamento e engradamento;
• Pallets para estocagem a seco;
• Estandes para exibição;
• Armações para mobília;
• Assento e encosto de cadeira;
• Tampos de mesa industriais;
• Painéis de paredes decorativas;
• Miolo para composto destinado a piso de madeira nobres;
• Piso acabado;
• Base para tampo de escrivaninha;
• Para construção de depósitos e tanques;
• Tapumes e divisórias;
• Formas descartáveis para concreto;
• Decks e plataformas;
• Paredes de carroceria de caminhões;
• Chalés rústicos;
• Cercas e janelas;
• Prateleiras e estantes;
• Alma para vigas em I;
• Painéis de apoio estrutural;
• Painéis estruturais isolantes (miolo de espuma);
• Garagens e barracões de ferramentas;

OSB é principalmente usado como telhado, parede e base para pisos. É considerado, pelas normas de construção Canadenses e Americanas, como material equivalente ao compensado em aplicações estruturais, e o está substituindo em tais aplicações. Várias razões explicam a assimilação da produção crescente de OSB pelo mercado em relação ao compensado:
• A disponibilidade de toras para lâminas de qualidade tem decrescido substancialmente;
• OSB pode ser feito com espécies baixo custo e toras de baixa qualidade;
• A largura do painel de OSB é determinado pela tecnologia de produção, e não pelo comprimento das toras, como é o caso dos compensados.
A performance do OSB é agora reconhecido pelos grupos normativos, construtores e consumidores. OSB, normalmente é produzido em espessuras que variam de 6,0 a 19,0 mm, mas também pode ser produzido até a espessura de 38,0 mm. São produzidos em chapas de 1220 x 2440 mm (4 x 8 pol.) para usos estruturais, mas também podem ser produzidos em dimensões de até 3600 x 7320 mm para usos industriais.
Outro uso importante, e crescente, de OSB, é como um componente de produto composto de madeira, principalmente vigas tipo I (Ijoists) para pavimentos e outros componentes estruturais.

OSB E COMPENSADO:
OSB é um produto único, que muitas vezes é confundido com as chapas de partículas convencionais, ou chapas papelão. Normalmente, esta comparação é feita por pessoas que desejam defender o uso dos compensados. A diferença significante, é que OSB é um painel estrutural que usa adesivos à prova d’água e fervura na junção das partículas (strands). A chapa OSB é um painel multilaminar, com as partículas da superfície alinhadas no comprimento do painel. Estas chapas são produzidas a partir de toras de baixo custo, em plantas industriais com alto grau de automação, o que leva a um custo de produção inferior ao do compensado, considerando o uso de mesma resina como compensado para uso exterior.

VANTAGENS DO OSB:
Alto valor em relação ao custo do painel:
• OSB é um painel de qualidade e versátil, podendo ser usado para diversas aplicações. Ele possui uma excelente resistência em relação ao peso e, ainda, é de fácil manuseio e instalação usando ferramentas convencionais de construção;
• Não apresenta delaminação, espaços internos vazios ou buraco de nó. O processo de manufatura não permite a formação de vazios ou buracos de nós. Modernas técnicas de prensagem e resinas evitam as causas da delaminação. Além disso, os painéis devem apresentar boas ligações internas nos testes de tensão;
• OSB apresenta resistência similar ao compensado: Baseado em exaustivos testes, OSB apresenta resistências equivalentes ao compensado, como propriedades de resistência a flexão, tração e compressão. O OSB possui uma maior resistência ao cisalhamento em relação ao compensado, devido a sua formação homogênea (eles não se desfazem sob tensão de cisalhamento). A resistência do painel não é afetada pela umidade em função de sua exposição ao ambiente, em decorrência de uma construção demorada ou atrasada. Contudo, pode haver um aumento nas dimensões das bordas;
• OSB causa pouco impacto ao meio ambiente: OSB, comparado com o compensado, é produzido a partir de toras de pequeno diâmetro, espécies de rápido crescimento, ou de árvores de baixo valor comercial. As modernas fábricas são auto suficientes na produção de energia para aquecimento, e são equipadas para atingir as mais exigentes especificações de controle de poluição do ar;
• O painel é de construção uniforme: O painel OSB são produzidos para ter a mesma qualidade das faces em ambos os lados. As fábricas norte americanas produzem um painel com um fundo de tela, que deixa o painel com uma textura áspera em um dos lados, mais apropriado para condições úmidas de trabalho. Além disso, a superfície do painel pode ser lixada;
• Painéis OSB são mais eficientes do que o compensado: O OSB é feito em grandes prensas, de até 3,6 x 7,2m, e portanto pode fornecer uma grande faixa de dimensões de produtos para satisfazer vários usos finais;
• OSB é produzido numa ampla faixa de espessuras: A espessura mínima padrão é de 6mm, e a máxima de 38mm. Contudo, as espessuras mais comuns são 9,5 mm, 11mm, 12mm, 15mm e 18mm. Espessuras de 15mm ou maiores podem ser produzidas com bordas quadradas ou perfis macho e fêmea;
• OSB é usinável: OSB pode ser usinado com ferramentas normais de usinagem da madeira. Entretanto, as superfícies devem ser recobertas após a usinagem, por causa da aspereza da superfície entre as partículas strands requererem preenchimento. OSB pode ser também perfurado, escavado e acabado com bordas alisadas;
• OSB não tem emissão de gases mensuráveis: As resinas tanto fenólicas quanto as isocianatos são completamente curadas durante o processo de prensagem, contudo, não há emissão de formaldeído livre do painel acabado. O odor associado ao OSB se restringe somente ao cheiro de madeira recém cortada.

CONCLUSÃO:
Diante deste panorama mundial em relação ao OSB, não restam dúvidas em relação ao potencial produtivo e de mercado que o Brasil representa. Se considerarmos que, até o presente, não foi dada a importância devida à construção habitacional à base de madeira, como casas e prédios de até 4 pavimentos, incluindo as populares, os custos e o tempo de construção seriam inferiores. Portanto, o potencial é enorme, e o OSB se insere na área habitacional, principalmente na popular, como uma opção excelente. Na América do Norte, assim como na Europa, apresentam inúmeros exemplos que comprovam a eficiência e o baixo custo da construção baseada no OSB e, além disso, esta opção poderia gerar muitos empregos, pois implicaria num complexo desenvolvimento de atividades em cadeia, envolvendo desde a silvicultura, passando pela fábrica de OSB, até chegar ao marceneiro ou montador final.

Fonte:Carlos Eduardo Camargo de Albuquerque
Prof. Assist., M. Sc.
DPF-IF-UFRRJ
Lourival Marin Mendes
Prof. Assist., M. Sc.
DCF-UFLA

Check Also

defeitos-madeiras

DEFEITOS NA SECAGEM DE MADEIRAS

As tensões que se desenvolvem na madeira são a causa básica dos defeitos de secagem, ...

Deixe uma resposta