N o v i d a d e s
Madeira Pequiá
Características da Madeira Pequiá

PEQUIÁ


Venha Conhecer Nossas Árvores Brasileiras – PEQUIÁ

MADEIRA PEQUIÁ

Madeira Pequiá
          Árvore Pequiá

Nome Científico
Caryocar villosum (Aubl.) Pers.

família
Caryocaraceae

nome comercial
Brasil: ameixa-do-Peru, amêndoa-de-espinho (AM ), amêndoa-do-Brasil, amêndoa-Peru, grão-de-cavalo (AM), pequi, pequi-roxo, pequiá-branco, pequiá-vermelho, pequirana, petiá, piqui, piquirosa, piquiá-verdadeiro, piquiarana, piquiarana-da-terra.

origem
Ocorre em toda Amazônia em matas de terra firme. Ainda em parte da Região Nordeste.

habitat
Pesada( densidade 0.93 g/cm3 ), muito forte, porosa, fibras revessas, de alta resistências ao ataque de organismo xilófagos.

características morfológicas
Altura de 20-45 m, com tronco de 90-180 cm de diâmetro.Folhas longa-pecioladas, compostas, com folíolos pubescentes na parte superior e glandulosos na inferior, de 6-12 cm de comprimento.
Altura comercial de 9,50 m, com o DAP (diâmetro a altura do peito) igual a 61,31 cm e com tronco retilíneo e tortuoso.

Corte Tangencial - Árvore Pequiá
     Tonalidade

CARACTERÍSTICAS gerais
Cerne: distintos
Cor do Cerne: marrom-pálido-acizentado a marrom-muito-pálido
Alburno: distintos
Cor do Alburno: branco a amarelo-pálido podendo ser alterado para cinza-acastanhado-clara, devido ao ataque de fungos.
Espessura do Alburno: 2,5 a 7,0 cm
Anéis de crescimento: pouco distintos
Figura tangencial (foto da página principal): de aspecto fibroso, causado pelas linhas vasculares pouco destacadas.
Grã: revessa
Textura: média
Brilho: ausente
Cheiro: imperceptível
Resistência ao corte transversal manual: moderadamente dura

Seção Transversal - Árvore Pequiá
Seção Transversal

densidade
Madeira de densidade média, com densidade a 12% de umidade de 780 kg/m3 e densidade verde de 1.170 kg/m3.

 

Casca - Árvore Pequiá
        Casca

secagem
Lenta, quando seca ao ar, com tendência a rachaduras.A secagem em estufa é muito lenta, apresentando pequena tendência a rachaduras superficiais, a encanoamento e encurvamento médios, a arqueamento e colapso fortes e moderado tendência a torcimento forte.

trabalhabilidade
Difícil de ser trabalhada, tanto com ferramentas manuais quanto mecânicas.Produz superfície áspera, depois de aplainado, devido à grã revessa.Bom acabamento em pintura, verniz, polimento e emassamento.Pode causar urticária em quem trabalha com ela.

durabilidade
Alta resistência ao ataque de cupins e fungos.

preservação
O alburno é muito fácil de tratar com creosoto (olelossolúvel) e o cerne não é tratável com creosoto (olelossolúvel) e nem com CCA-A (hidrossolúvel), mesmo sob pressão.

usos INTERESSANTES
A Madeira Pequiá é muito utilizada na construções externas, forro, dormentes, postes, estacas, mourões, cruzetas, vigas, caibros, tábuas para assoalhos, construção naval, cavernames e conveses, quilhas, carroceria de caminhão.

usos
Os frutos são comestíveis depois de cozidos, principalmente a polpa; são amplamente comercializados nos mercados do norte do país; o caroço é lenhoso, formado pela aglomeração de inúmeros espinhos com as pontas voltadas para o centro e, contento uma amêndoa comestível no seu interior.

Tronco - Árvore Pequiá
                        Tronco
Fontes                                                                                                                                               Glossário

Verifique Também

Madeira Tanimbuca

TANIMBUCA

MADEIRA TANIMBUCA Nome Científico Buchenavia capitata Eichl família Combretaceae nome comercial Brasil: carará, cuiarana, mirimdiba, ...

Deixe uma resposta